Google+ Followers

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Um pouco mais desperto do que antes



Hoje denovo e o dia se abre após centenas de dias nublados... Procuremos ver! Quem é este que está ao seu lado¿ Á sua frente, atrás... O cheiro, os movimentos.. o barulho desatado.

Busquemos assim sentir com todo o ser... Embora possa parecer e isto insistam para conosco, o verdadeiro sentir é muito mais do que um torvelinho incontrolado de pensamentos e sensações...

Sentir de verdade significa estar presente. É um transpirar de vitalidade com a mente sem-preconceitos... É um deixar-se envolver com as coisas de tal modo que sintamos o seu frescor, a novidade e a rara beleza de cada momento.

Agora está chovendo! Abençoada esta água que nos dá de beber e que renova a nossa terra. Quantos seres não são beneficiados neste exato instante¿ São pequenos porém majestosos milagres como esses que perdemos em nossos cotidianos tão atribulados...

A vida está sempre ao nosso lado! Sempre a nos chamar para dançarmos esta consagração do divino que há em nós... Todavia, permanecemos incessantemente tão agitados com nossos monólogos internos e emoções que é muito difícil deixarmos qualquer espaço para o mais fundamental.

Hoje, portanto, é sempre um novo dia e oportunidade de um novo começo... Mais do que tudo, hoje é precisamente o único dia que sempre existiu... A única data que realmente deveria nos importar pelo ‘resto’ de nossas vidas...

Que não fechemos pois a porta de nossas almas para a vida e para o verdadeiro amor. Se soubermos olhar com olhos de ver, todo dia, cada pequeno ser e circunstancia sempre se nos apresentarão como luminosos desdobramentos do eterno em nós mesmos – a consciência que a tudo vivifica.


Gassho, L. Janz.

3 comentários:

  1. É, a gente precisa se ligar mesmo nas pessoas que nos acompanham, nas pessoas que encontramos, nas que falam com a gente, porque nada acontece por acaso, td tem um significado e um significante.
    Prestemos atenção naquilo que nos acontece, por menor que seja,que nos deixam sequelas, seja por baixa da energia, por uma irritação ou uma inquietação. São sinais inequívocos de uma mensagem que devemos decodificar.

    Vigiar e meditar, esse deveria ser o nosso lema!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Léo,quanta simplicidade pude sentir em suas palavras.
    Que maravilhosa está em frase em que diz "Que nao fechemos a porta de nossas almas, para a vida e para o verdadeiro amor".
    Muito reflexivo.

    lyh Sousa

    ResponderExcluir
  3. Leonardo, texto muitíssimo profundo. A cada frase, você nos faz perceber quão belo é o que, a primeira vista, nos parece insignificante. Sentimos o verdadeiro sentido da vida que passa por nós sem nos darmos conta.
    Parabéns! Continuarei visitando o seu blog.
    Um grande abraço, Marly Freitas

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Muito Obrigado!
*Responderei o mesmo assim q possível*