Google+ Followers

domingo, 10 de outubro de 2010

Em Verdade, Nada Existe



Yamaoka Tesshu, quando era um jovem estudante Zen, começou a visitar um mestre após outro. Ele então foi até Dokuon de Shokoku. Assim, desejando mostrar o quanto já sabia, ele disse, vaidoso:

"A mente, o Buddha e os seres sencientes, além de tudo, não existem. A verdadeira natureza dos fenômenos é vazia. Não há realização, nenhuma delusão, nenhum sábio e nenhuma mediocridade. Não há o Dar e tampouco nada a se receber!"

Dokuon, que estava fumando pacientemente, nada disse. Subitamente ele acertou Yamaoka na cabeça com seu longo cachimbo de bambu. Isto fez o jovem ficar muitíssimo irritado, então gritando vários xingamentos.

"Ora essa. Se nada existe, " perguntou, calmo, Dokuon, "de onde pois vem toda essa raiva!?"

Fonte: Grupo Shunya

Um comentário:

  1. Ótimo! rsdrsrrs
    Concordo plenamente... Algo tem de existir para que possamos existir. O todo não pode ser vazio. Se o fosse, nada existiria. No entanto, como comprovado pela nossa conversa (entre outras coisas), algo existe.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Muito Obrigado!
*Responderei o mesmo assim q possível*