Google+ Followers

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Do paraíso ao Inferno



Um amor, se eh amor,

Não te vai desmerecer.

Não impõe-se no q crê,

Preferindo assim a dor...


Se preciso, logo for,

Se afasta sem remorso.

De.formar a uma flor,

Impossível – isso é falso.


Em si e em toda mente,

Há prisão ou liberdade –

Não se deve escravizar...


Seja posta a verdade:

Minha lótus, eu sô crente!

..Q o amor há de julgar.


L. Janz, 02/02/2012, 11:00.

2 comentários:

  1. Email, pauloluiz41@hotmail.com

    O que é paraíso e inferno.

    I nvenção
    N egativa
    F raudulenta
    E nganadora, um
    R esquício
    N atural da
    Opressão religiosa
    ____________________________________
    P romessa
    A menizadora
    R esponsável
    A trativo
    I lusório
    S em nenhuma
    O bjetividade.

    Paulo Luiz Mendonça

    ResponderExcluir
  2. No sentir, por tantas vezes, para chegar ao 'paraíso' obrigatoriamente passamos pelos portais do inferno.
    Bonita declaração.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Muito Obrigado!
*Responderei o mesmo assim q possível*