Google+ Followers

domingo, 28 de agosto de 2011

Tempo Caído



Deixe-me morrer em paz,

Já ando muito cansado...

C/ todo o peso do passado

É que o mundo se defaz...


Deixem-me ir eu em paz,

Já estou muito pesado...

Já tenho excesso de fardo

Que em nada vos apraz...


Sair de si é preciso

Qdo tdo se quer a matar –

Me vou, mas n pq odeio...


Me vou dum mundo alheio,

Em q é preciso ignorar...

N. Esse velho, desdenho.




LeoJanz, 27/08/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Muito Obrigado!
*Responderei o mesmo assim q possível*