Google+ Followers

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ecologia das Interações - Ecosofia


Ensaio dialógico, por Thiago Zoroastro
(thiago.zoroastro@gmail.com)
Universidade Fed. de São João Del Rei (UFSJ)


Obs inicial: 'isso' não tem de ser 'tese' pronta, é um rascunho de base para discussões entre colegas em busca de esclarecer a situação humana diante de tudo o que existe, a realidade em que estamos submersos.

Félix Guattari utilizou esse termo (Ecologia das Interações) no livro "As três Ecologias"; mas o que será que significa?

Considerando o conceito de Ideia em Platão, o Mundo das Ideias ou Mundo Inteligível não está separado da realidade, mas imanente ao espaço, sendo que tudo o que vemos são "sombras" dessas Ideias que existem imaterialmente.

No entanto, alguns argumentam erroneamente que em nada ajuda ficar "só no mundo das ideias", mas não se dão conta que a Mentalidade (ou Consciência) das pessoas (povo, população, indivíduos) é o que mais importa para fazermos a Ecosofia (Ecologia Mental, Social e Ambiental).

O termo "sombras" parece designar o que existe de concreto, sendo as aparências o que nos engana e "obscurece" a verdade.

Na Ecologia das Interações temos:


Percebemos que: Competição e Mutualismo são idéias distintas e opostas. Cuidado: 'somos parasitas à Terra!' Precisamos Mudar o sistema de civilização humano urgentemente. Então, faz-se necessário alterar a Estrutura de Pensamento da seguinte forma: o Idealismo não significa mais "o melhor Mundo possível", mas a doutrina pela qual tudo surge segundo os estados mentais ao qual estamos condicionados.

A significação de "o melhor Mundo possível", conhecida pelo senso comum como "Idealismo", torna-se então Otimismo Filosófico (ou outro termo melhor aplicável que alguém propor ao longo das discussões virtuais e/ou físicas) pelo qual se acredita que a Realidade poderá ser melhor algum dia, de acordo com as Práticas Sociais de indivíduos que vivem em um mesmo ambiente.

Percebe-se que essa tabela não é variável, sendo Exata; ou seja, todos os resultados serão devidos à ideia que estiver mentalmente efetivada na consciência. Modos de Sociedade que busquem meios de engendrar formas de mutualismo irão melhorar verticalmente a qualidade de vida.

Alguém pergunta: Ora, mas o ser Humano não é um animal diferente?
Essa é a questão. Sim, o ser Humano é um animal com características peculiares aos outros animais, mas devemos relembrar que somos todos o mesmo Universo e que, mesmo que sejamos uma espécie distinta, a Essência de todas as coisas permanece a mesma e essa tabela é invariável, ou seja, não varia independentemente de qual for a espécie de ser vivo.

Sugiro que tudo na nossa vida tente buscar meios de convivência que desenvolvam simbiose positiva, que quer dizer "viver junto positivo para ambos (ou todos) os envolvidos", sendo aplicável a tudo em nossas vidas: política, ética, relacional, comunidade, etc.

Sem dogmatismos: o ser humano é um animal que, assim como algumas outras espécies, precisa ter Liberdade. E temos uma Certeza: o comunismo é sim mais verdadeiro que um sistema que privilegia a competição e modos de vida que desenvolvem simbiose negativa com o planeta em que vivemos e para grande parte dos indivíduos envolvidos em sociedade conjunta. Se apenas 1% de toda a população mundial detém a grande maior parte das riquezas, percebemos que os 99% são os "oprimidos por um sistema que privilegia a poucos", os chamados de, capitalistas.

Tudo que escrevi abre uma discussão, compartilhável e de copyleft. Dialogar com tod@s e buscar a Verdade. Eis o nosso lema. Boa sorte a todos Nós.

----

Consciência com ciência.
Estamos todos conectados diante do universo infinito.
O homo sapiens já não mata sua sede de conhecer.
Cada Mundo é um glóbulo criativo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Muito Obrigado!
*Responderei o mesmo assim q possível*